5o-seminario-de-educacao-patrimonial-discute-perspectivas-para-uma-educacao-digital

5º Seminário de Educação Patrimonial discute perspectivas para uma educação digital

A programação da 13ª Semana do Patrimônio Cultural abriu espaço, nesta quinta-feira (20), para educadores e gestores culturais debaterem a presença da cultura digital nas escolas e como ela pode ser utilizada para potencializar ações na área de educação patrimonial

Postado em:

Patrimônio Cultural

Em seu quarto dia de realização, a Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) trouxeram para o centro das discussões da programação da 13ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, nesta quinta-feira (20), as reflexões de educadores e gestores culturais em torno do tema “Educação Patrimonial em Rede: perspectivas para uma educação digital”, mote do 5º Seminário de Educação Patrimonial de Pernambuco, organizado pela Fundarpe, em parceria com a Secretaria de Educação e Esporte do Estado (SEE).

Transmitido ao vivo pelo canal oficial da Secult-PE/Fundarpe (youtube.com/secultpe), o debate, que começou às 15h, contou com a participação dos professores Marcelo Sabbatini (UFPE) e Jessica Tardivo (USP), mediação de Amanda Paraíso (Fundarpe), debatedores Nilson Rocha (Fundarpe) e Elinildo Marinho (Fundarpe), e teve como público-alvo educadores da rede estadual e municipal de educação, professores universitários, arte-educadores de museus e demais pesquisadores interessados no tema.

“O nosso seminário já se configura como um espaço consolidado para reflexão e trocas de experiências sobre a vivência da Educação Patrimonial em suas múltiplas dimensões. Entendendo que a tecnologia traz consigo desafios e oportunidades, neste ano, o nosso tema traz inúmeras possibilidades para pensarmos nossa formação continuada e prática enquanto educadores, uma vez que somos importantes mediadores e multiplicadores de conhecimento nos mais diversos níveis de ensino, sobretudo no contexto atual repleto de novos desafios no campo da educação e do patrimônio cultural”, ressaltou Amanda Paraíso, que coordena a área de Educação Patrimonial na Fundarpe.

Professor da UFPE, Marcelo Sabbatini tratou da relação do real versus digital dentro do contexto educacional. “Meu tema de doutorado foi sobre museus digitais, então, várias das questões que eu vou tratar aqui vem desse aporte teórico”, disse no início de sua fala. “Embora o acesso não seja equânime para todo mundo, as atuais gerações estão habituadas a lidar com recursos tecnológicos. Porém, isso não significa que podemos ter um olhar simplificado sobre essa questão dentro do contexto educacional. Pelo contrário, a tecnologia não pode ser tratada de maneira isolada. Ela precisa estar correlacionada com diversos aspectos da vida social”, frisou.

Já a professora Jéssica Tardivo (USP), que atualmente reside na capital pernambucana, apresentou um recorte da sua tese de doutorado que trata da relação entre educação, memória e cidade. “Que bom que esse nosso encontro aconteça justamente neste momento em que eu estou morando aqui, no Recife. Tem sido bacana conhecer os trabalhos e as iniciativas que a cidade tem proposto em torno do tema do patrimônio”, falou sobre o convite para participar da 13º Semana do Patrimônio Cultural. “Falar sobre educação e patrimônio, enquanto pesquisadora e educadora, não significa que ignoro os desafios que é tratar desse tema, principalmente na educação básica. Porém, eles me dão gancho para criar estratégias e metodologias que insiram essa temática dentro das salas de aula de maneira lúdica e mais afetiva”, ressaltou.

CONEXÃO PATRIMÔNIO – O Instragram oficial da Secult-PE/Fundarpe, o @culturape, também ancorou mais cedo duas lives: uma, às 14h, sobre artesanato com Márcia Souto (diretora de Promoção da Economia Criativa da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco – AD Diper) e mediação de Marcelo Renan (Fundarpe); e outra, às 17h, sobre fotografia com Roberta Guimarães (fotógrafa), mediada por Renata Echeverria Martins (Fundarpe). Para quem não conseguiu assistir ou quer rever, seguem abaixo os vídeos na íntegra:

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA – A 13ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco segue com sua programação até o próximo sábado (22), com o tema “Janelas do Patrimônio: Novos Olhares, Estratégias e Conexões”. Neste ano, o evento propõe uma reflexão sobre o patrimônio cultural do Estado nesse momento que atravessa a humanidade, e terá todas as suas ações transmitidas virtualmente, nos canais @culturape no Instagram e Youtube, além de atividades no Google Meet – com as salas divulgadas ao longo da Semana – e do Portal Cultura.PE (www.cultura.pe.gov.br). Clique aqui e confira programação completa.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO NA 13ª SEMANA DO PATRIMÔNIO CULTURAL NESTA SEXTA-FEIRA (21):

21 DE AGOSTO


10h – Lançamento da Revista Digital Aurora 463 – Ano V


Plataforma: Portal Cultura.PE –  www.cultura.pe.gov.br

10h30 às 11h – Apresentação – Projeto do Funcultura Geral – QR Code


– Conceição Fragoso


Plataforma: Google Meet


Inscrições: semanapatrimonio@gmail.com

15h – V Seminário de Educação Patrimonial de Pernambuco – Experiências da Rede de Educadores Patrimoniais de Pernambuco


Convidados:


– Profª Mariângela Berardinelli – Superintendente Pedagógica – SEDUC/PE


– Prof. Jadiel Barbosa – EREM Palmares


– Profª Roberta Barbosa – EREM Austro Costa – Limoeiro


– Profª Márcia Hazin – Iphan/PE


Mediação: Amanda Paraíso – GGPPC/Fundarpe


Público-alvo: Professores da Rede Estadual e Municipal de Educação;


Professores Universitários; Educadores de Museus; Pesquisadores


Plataforma: Youtube / StreamYard


Informações: e.patrimonial@gmail.com

17h às 18h – Live – Conexão Patrimônio: Turismo


– Rodrigo Novaes – Secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco


Mediação: Elinildo Marinho – GGPPC/Fundarpe


Plataforma: Instagram – @culturape

PARCEIROS

21 DE AGOSTO


14h30 – Celebração – Maciel Salustiano: patrimônio & saberes tradicionais


Mediador: Cacau Arcoverde


Plataforma: catimbau.minhawebradio.net


catimbau.com.br


radio.garden/listen/web-radio-catimbau/l6ZQKSc3

21 DE AGOSTO


14h – Debate – Arqueologia no Semiárido – pesquisa e educação patrimonial


Debatedores:


– Prof. Leandro Surya – Universidade Federal do Vale do São Francisco


– Prof. Flávio Moraes – Universidade Federal de Alagoas


– Profª Fátima Oliveira – Universidade Estadual da Bahia


Mediador: Francisco José Almeida Sobral – Laboratório de


Antropologia, Arqueologia e Bem Viver/UFPE


Plataforma: extensao.uninassau.edu.br/DetalhesEvento.aspx?EventoId=30414

21 DE AGOSTO


9h – Vídeo – Visita guiada ao acervo audiovisual Cais do Sertão


– Thalita Mesquita


Plataforma: Instagram – @caisdosertao

21 DE AGOSTO


10h30 às 11h30 – Palestra – Avaliação de impacto ao patrimônio arqueológico no “sistema de abastecimento de água do sítio”


Convidada:


– Gleyce Lopes dos Santos – Coordenadora do Projeto


Plataforma: Inscrições – conselhodepreservacao@gmail.com

21 DE AGOSTO


15h – Lançamento do vídeo – Eu e o Trem


Plataforma: Facebook – www.facebook.com/museudotrempe


Instagram – @museudotremrec

21 DE AGOSTO


16h às 17h45 – Webnário – Conexões UPE: artes docentes, memórias e patrimônios 


Convidados:


– Josualdo Meneses – História – Campus Garanhuns


– Clarissa Marques – Direito – Campus Arcoverde


Plataforma: Zoom


Youtube – Canal do NDIS-UPE


Instagram – @patrimoniais

21 DE AGOSTO


16h20 – Roda de diálogo – Inventariando o patrimônio: novas práticas sob a perspectiva comunitária


Convidados:


– Elizama Messias – Mestra em pedagogia e especialista em museus


– Julia Amorim – Antropóloga e especialista em museus comunitárias


– Vanessa Malheiro – Museóloga e tecnóloga da informação


Debatedor: Cássio Raniere – Antropólogo e Pesquisador


Plataforma: Inscrições – conselhodepreservacao@gmail.com

Compartilhe
%d blogueiros gostam disto: